Sete dias da semana sem medo da notícia

Violência armada no Ceará deixou 419 mortos no estado no mês de setembro
Na Grande Fortaleza, a Polícia registrou 238 assassinatos, além de 181 no interior
Os assassinatos de jovens viraram rotina na periferia da Grande Fortaleza
Por: Fernando Ribeiro
02/10 8:28

Setembro terminou com o registro de 419 pessoas assassinadas no estado do Ceará e, com isto, no acumulado do ano (janeiro a setembro) o Ceará já atingiu a marca de 3.750 Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), ou seja, homicídios, latrocínios (roubos seguidos de morte) e os casos de lesão corporal que resultam em óbito dos feridos.

Em 30 dias de setembro, os 419 assassinatos no estado foram registrados da seguinte forma, por região: Capital, 129; Região Metropolitana de Fortaleza, 109, Interior Norte, 98; e Interior Sul, 83. Entre as 419 pessoas mortas estão 39 mulheres e 33 adolescentes.

Também em setembro, 16 pessoas foram mortas por intervenção policial e outras seis assassinadas em unidades do Sistema Penitenciário do Ceará.

Crimes brutais

A “guerra” travada entre facções criminosas novamente deixou sua marca. Ao menos, 11 crimes brutais, com requintes de perversidade e torturas, aconteceram ao longo dos 30 dias de setembro. Quatro corpos foram encontrados esquartejados, outros quatro decapitados, além de mais três carbonizados. A maioria dessas vítimas não foi identificada dado o estado deplorável do cadáver.

Na Grande Fortaleza, além dos 129 assassinatos na Capital, também foram registrados crimes de morte nos seguintes municípios metropolitanos: Caucaia (30 homicídios), Maracanaú (20), Maranguape (13), Aquiraz (9), Itaitinga (9), Pacatuba (8), Horizonte (6), Cascavel (6), Pacajus (4), Eusébio (2) e São Gonçalo do Amarante (2).

Sertão violento

Em vários Municípios do Interior cearense os índices de violência subiram no mês de setembro. Exemplo disso ocorreu na principal cidade da Zona Norte, Sobral, onde foram registrados 12 crimes de morte. Em Quixadá foram oito casos, e no Crato mais sete.



*Publicidade

Publicidade


Leia Também

Links Patrocinados