Sete dias da semana sem medo da notícia

TSE nega direito de resposta a Ciro contra Veja por não encontrar mentira na matéria
Decisão foi tomada por 6 votos a 1 e se refere à reportagem sobre "esquema cearense"
Ciro Gomes
13/09 16:49

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, nesta quinta-feira (13), por 6 votos a 1, direito de resposta ao presidenciável Ciro Gomes (PDT) contra a revista Veja, confirmando a segunda derrota do pedetista na tentativa de censurar a reportagem sobre o “esquema cearense”. A matéria denuncia esquema de extorsão de empresários através da cobrança de propina para liberação créditos de empresas retidos junto ao Governo do Ceará.

Ciro alegou, no pedido, que a reportagem dá a entender que ele seria investigado na operação Lava Jato. O relator do caso, ministro Sérgio Banhos, entendeu que faltou o elemento essencial para conceder o direito de resposta: informação sabidamente inverídica, inverdade flagrante, livre de controvérsias.

O voto de Banhos foi seguido pelos ministros Luís Roberto Barroso, Luiz Edson Fachin, Jorge Mussi, Luis Felipe Salomão, Admar Gonzaga e Tarcisio Vieira de Carvalho Neto. A presidente do TSE, ministra Rosa Weber, foi a única a votar pela concessão do direito de resposta.

Em tempo

Ciro já tinha tentado impedir que a matéria fosse divulgada, mas também foi derrotado na Justiça.



*Publicidade

Publicidade


Leia Também

Links Patrocinados