Sete dias da semana sem medo da notícia

Temer não lembra do que disse ao presidente da JBS e quer ouvir logo a gravação

Michel está abatido, mas tentando cumprir agenda





query_builder

O presidente Michel Temer, na noite de quarta-feira (17), após a revelação de que teria sido gravado pelo presidente da JBS, Joesley Batista, disse a seus auxiliares que não se lembrava do diálogo.

A conversa é a que está incendiando o país. Temer teria dito a Joesley que continuasse a pagar uma mesada a Eduardo Cunha, que está preso, para que não contrubuisse com a Lava Jato.

Segundo o Radar On-line, “argumentou que a conversa havia acontecido há dois meses, mas que certamente não disse aquelas palavras nem naquele contexto. Ele mostrou-se abatido com o episódio e disse que gostaria de ver logo a gravação”.

Agora de manhã, o presidente mantém a agenda de compromissos marcados para hoje. Até o momento.