Sete dias da semana sem medo da notícia

Tasso contraria Alckmin e afirma que não disputará Governo do Ceará
Presidenciável tucano queria o senador na disputa para que tivesse palanque para pedir votos no Ceará

Tasso e Renata Jereissati

query_builder

O senador Tasso Jereissati (PSDB) afirmou, em conversa com o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB), que não disputará o Governo do Ceará nas Eleições 2018. Segundo o parlamentar cearense, sua esposa, Renata Jereissati, foi contra sua candidatura.

Alckmin, ex-governador de São Paulo, queria a candidatura de Tasso para ter palanque tucano no Ceará para pedir votos. O parlamentar coordena, hoje, a campanha do presidenciável ao Planalto.

Em tempo

No racha interno do PSDB, no final de 2017, Tasso foi destituído da presidência interina da sigla por Aécio, com aval de Alckmin. O mineirinho havia se licenciado do cargo após a divulgação de áudios onde pedia R$ 2 milhões em propina ao empresário Joesley Batista, dono da JBS. Com aval do ex-governador de SP, Aécio retomou o cargo para destituir o cearense.

Ontem (17), Aécio Neves virou réu no Supremo Tribunal Federal (STF) devido aos R$ 2 milhões em propina.

Em tempo II

O candidato da oposição ao Governo do Ceará pode ser definido ainda hoje, em uma reunião entre Tasso, Alckmin, Domingos Neto, Domingos Filho, Gilberto Kassab e Genecias Noronha.