Sete dias da semana sem medo da notícia

PT decide eliminar principal inimigo para sobreviver: a candidatura de Ciro Gomes
Bem na hora que o FG estava ficando bem animadinho

Ciro Gomes e Lula. Foto: Ricardo Stckert/Instituto Lula
10/06 8:50

A Comissão Exexutiva Nacional do PT baixou uma resolução, ontem (9), sobre tática eleitoral para outubro próximo. Em resumo, os petistas querem fazer de tudo para Lula seja eleito. Para isso, não terão dó de Ciro Gomes (PDT), que tem pretensão de assumir o lugar de Luiz Inácio.

Pelo que foi escrito, entende-se:

1. PT sacrificará qualquer projeto próprio estadual pelo apoio do PSB e PCdoB no plano nacional;
2. Quem vai decidir se Camilo terá legenda ou não é o PT
Nacional.
3. PT nacional definirá se Camilo concorrerá à reeleição ou se a candidata no Ceará ao Governo será a deputada Luizianne Lins.
4. Lula determinou desconstruir a candidatura de Ciro Gomes mostrando nacionalmente os escândalos de Cid Gomes na Lava Jato.

Confira a resolução na íntegra do PT

Neste sentido, a CEN, reunida em 09 de junho de 2018 em Belo Horizonte, resolve estabelecer os seguintes critérios para nossa tática eleitoral:

a) Construir uma coligação nacional para apoiar a candidatura Lula com PSB, PCdoB e outros partidos que venham a assumir este apoio.

b) Essa construção passa pela indicação do candidato a vice-presidente em entendimento com os partidos aliados.

c) O PT deve construir palanques estaduais com partidos de centro-esquerda, preferencialmente com PSB, PCdoB e outros partidos que apoiem Lula, sempre de acordo com a tática eleitoral nacional.

d) A CEN conduzirá, este processo, por meio do GTE, iniciando as tratativas para a aliança nacional e nos estados em que governamos e em que aqueles partidos governam, sempre cabendo à CEN a decisão final.

e) Nos demais estados o PT deve priorizar as alianças com os partidos considerando a composição da nossa chapa de deputados federais e senadores, bem como buscando participação nas chapas majoritárias sempre que possível.

Belo Horizonte, 9 de junho de 2018

Comissão Nacional Executiva do Partido dos Trabalhadores



*Publicidade

Publicidade


Leia Também

Links Patrocinados