Sete dias da semana sem medo da notícia

Primeira-dama de Uruburetama: 14 anos de cadeia por apropriação indébita
Graça Paiva já foi condenada em segunda instância. Amanhã está marcado o julgamento dos embargos de declaração
Graça Paiva
09/07 12:22

Uruburetama em peso aguarda pelo julgamento dos embargos de declaração da primeira-dama Graça Paiva, marcado para amanhã (10). Ela já foi condenada, na segunda instância, a 14 anos e quatro meses de cadeia.

A população espera que após o julgamento dos embargos ela vá direto para a prisão.

Veja

Em tempo

Graça Paiva tem um rosário de crimes nas costas: apropriação indébita previdenciária, dispensa de licitação fora do que é previsto por lei e apropriação de coisa alheia móvel.

Tudo isso quando foi prefeita de Uruburetama.

Em tempo II

Atualmente, quem está à frente do Município é o médico ginecologista Hilson Paiva, marido de Graça. Ele é acusado de estuprar e abusar pacientes em consultórios públicos e privados.

Dr. Hilson também de ir para a cadeia.

Em tempo III

O casal passará o resto dos dias na prisão.



*Publicidade

Publicidade


Leia Também

Links Patrocinados