Sete dias da semana sem medo da notícia

População pede que Bismarck “pare de prometer tanto” e resolva alagamento em Aracati
Município teve as ruas alagadas logo na primeira chuva forte. Teve gente até que foi "navegar" no "rio" que surgiu na cidade


query_builder

Circula nas redes sociais um apelo ao prefeito de Aracati, Bismarck Maia (PTB), para que cumpra as promessas feitas e resolva o problema de alagamento das ruas da cidade. A quadra chuvosa do Ceará acabou de começar e o município já registrou vias alagadas, deixando a população apavorada com medo de perder seus bens no alagamento.

No texto, a mulher afirma morar em uma rua central de Aracati e que ela e o pai, seu “Raimundinho, aqui do Mercadinho Coelho”, já acionaram as autoridades em busca de uma solução para a via, que sempre alaga em época de chuva, mas só receberam promessas. “A nossa rua é uma rua central, mas isso não a deixa imune da falta de planejamento para concertar o que está errado”.

Segundo o apelo, Bismarck está fazendo “um dos maiores carnavais” da cidade, mas questiona se a Aracati está pronta para receber turistas com suas vias alagadas. “Não se trata de ser de direita ou esquerda, se trata de ser ARACATIENSE! A única coisa que queremos é que pare de prometer tanto, e comece a agir. O senhor teve um ano inteiro para fazer, e sabia dos riscos. Queremos apenas nosso direito de dormir uma noite tranquila sem ter que está na porta vigiando a velocidade da água subindo”.

Carro pra que te quero?

Diante do alagamento, teve até gente que abandonou o carro e decidiu “navegar” nas ruas de Aracati.

 

Confira na íntegra:

“Boa noite senhor prefeito, como o senhor está? Espero que bem.
Eu dificilmente me envolvo em política ou questões a fins, mas dessa vez não tem como ficar quieta diante uma situação dessas.
Não foi a primeira e tenho certeza que não será a última que isso acontece, pois o inverno está ai não é mesmo?
Já estou cansada de ver o meu pai, o seu Raimundinho, aqui do Mercadinho Coelho, buscar por autoridades que possam resolver a situação da nossa rua, e só recebemos promessas. A nossa rua é uma rua central, mas isso não a deixa imune da falta de planejamento para concertar o que está errado. Nela moram pessoas de todas as classes sociais desde pessoas com boas condições a pessoas carentes, e ambas sofremos em período de fortes chuvas. Acredito eu que não seja somente aqui, mas esse problema é MUNICIPAL.
É triste vermos o rio que se transforma em nossa rua quando chove, e o risco de perder coisas que lutamos tanto para conseguir, atrávez de uma vida honesta de muito trabalho e sacrifício.
Agora vejamos, tanto se fala em mudanças e o que temos não passa de promessas.
O senhor está fazendo um dos maiores carnavais que essa cidade já viu e é assim que o senhor irá receber os turistas que vão vim para nossa cidade?
Não se trata de ser de direita ou esquerda, se trata de ser ARACATIENSE!
A única coisa que queremos é que pare de prometer tanto, e comece a agir. O senhor teve um ano inteiro para fazer, e sabia dos riscos. Queremos apenas nosso direito de dormir uma noite tranquila sem ter que está na porta vigiando a velocidade da água subindo, pois caso o contrário perdemos coisas que demoramos muito tempo para conseguir.
Eu peço a Deus chuva, pois nosso sertão tem sede, e a agua cura!
Mas faça sua parte, que Deus está fazendo a dele.
Fique com Deus, boa noite!”