Sete dias da semana sem medo da notícia

PMs do Cotar prendem suspeitos de atacar banco e carro-forte e apreendem fuzis
As operações do Batalhão de Choque se intensificam no Interior na caça aos criminosos. Em menos de 24 horas, três suspeitos foram capturados com armas de grosso calibre

Fuzis foram apreendidos com bandidos no Município de Solonópole

query_builder

Policiais do Comando Tático Rural (Cotar), do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), capturaram nas últimas 24 horas, três bandidos suspeitos de terem participados de recentes ataques a bancos e carros-fortes no interior do Ceará. Com os detidos, os policiais apreenderam dois  fuzis, além de munição e outros objetos que seriam das quadrilhas responsáveis pelos crimes.

Conforme as investigações policiais, os homens presos teriam participado de dois ataques recentes no Interior. O primeiro contra agência do Banco do Brasil da cidade Piquet Carneiro, no Sertão Central, e a explosão de um carro-forte no Município de Santa Quitéria.

Os assaltantes Paulo José Santos Monteiro e Glaiyson Vasconcelos de Sousa, o último  conhecido por “Cabelinho”, foram presos pela PM no Município de Solonópole (a 276Km de Fortaleza). Com eles, foram encontrados dois fuzis, um deles de calibre 5.56 e outro de modelo AK-47. A dypla teria participado diretamente do ataque à cidade de Santa Quitéria, que foi sitiada há duas semanas e a agência do Banco do Brasil explodida durante a madrugada do último dia 10.

Outro

O terceiro home preso nas operações do Cotar foi identificado como Graciliano Farias Guedes, que é suspeito de ter participado do ataque ao carro-forte da empresa Corpvs na estrada que liga os Municípios de Santa Quitéria e Sobral, na região Norte do Estado,  na semana passada.

Os três suspeitos foram trazidos para Fortaleza e entregues na Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Especializada que vai aprofundar as investigações para desarticular o restante da quadrilha.