Sete dias da semana sem medo da notícia

PF deflagra 49ª fase da Lava Jato e mira ex-ministro Delfin Netto e sobrinho
Investigação aponta recebimento de propina sobre a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte


query_builder

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (9) a 49ª fase da Operação Lava Jato. Estão sendo cumpridos 9 mandados de busca e apreensão no Paraná e São Paulo. Com o nome de “Operação Buona Fortuna”, envolve o ex-ministro Delfim Netto e seu sobrinho, o empresário Luiz Appolonio Neto.

De acordo com as investigações, o ex-ministro recebeu percentual de propina mediante contratos fictícios de consultoria sobre a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Segundo os investigadores, já foram rastreados pagamentos em valores superiores a R$ 4 milhões de um total estimado em R$ 15 milhões.

Em nota, a PF informou que as investigações identificaram modus operandi semelhante ao já investigado nas demais fases da Lava Jato e consistia no pagamento de vantagens indevidas a agentes públicos e políticos por parte de consórcio de empreiteiras diretamente interessado nos contratos de construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte.