SETE DIAS DA SEMANA SEM MEDO DA NOTÍCIA!

10/01/2017 16:49Hs

Recuo

PT veta Maia Júnior na Casa Civil e FGs impõem permanência de Lúcio no secretariado a Camilo

Governador dá início a recuo em rompimento com Cid e Ciro.

PT veta Maia Júnior na Casa Civil e FGs impõem permanência de Lúcio no secretariado a Camilo

O governador Camilo Santana (PT) esboça um recuo em seu rompimento com os Ferreira Gomes. Diante do veto de Cid Gomes (PDT) e do próprio PT ao nome do ex-vice-governador Maia Júnior (PSDB) na Casa Civil, Camilo pode acolher o tucano na Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag).

Já em relação a Lúcio Gomes, Cid e Ciro Gomes não aceitam, de forma alguma, a retirada do irmão do secretariado de Camilo. Sendo assim, o governador, que já acertou com o ex-reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC) Jesualdo Farias a nomeação a Pasta, deve realocar Lúcio na Secretaria de Infraestrutura, hoje nas mãos de André Facó, que deve assumir outra função no governo.

Lúcio foi delatado pelo presidente afastado da OAS, Leo Pinheiro, pelo recebimento de R$ 5 milhoes, dái a demissão. Ainda sem nome definido, Camilo deve escolher o próximo titular da Casa Civil entre os aliados de Cid. Caso se confirmem os recuos do governador, chega ao fim a hipótese de rompimento político com Cid e Ciro menos de uma semana após o seu início.

 

Maurício Moreira