SETE DIAS DA SEMANA SEM MEDO DA NOTÍCIA!

11/11/2016 07:55Hs

ATAQUE OUSADO

Polícia vai analisar imagens para tentar identificar quadrilha que invadiu shopping e assaltou loja, roubando joias

Os criminosos estavam fortemente armados e invadiram o centro de vendas sem que fossem percebidos pelos seguranças, mas acabaram filmados

Polícia vai analisar imagens para tentar identificar quadrilha que invadiu shopping e assaltou loja, roubando joias

Policiais militares chegaram rapidamente no shopping e ouviram o relato dos funcionários

A Polícia vai analisar nesta sexta-feira as imagens gravadas do assalto ocorrido na tarde desta quinta-feira (10) em uma ótica e relojoaria instalada em um shopping Center na zona sul de Fortaleza. O objetivo é tentar identificar o mais breve possível os criminosos que renderam clientes e funcionários e roubaram vários produtos, a maioria, joias e relógios em ouro.

O ataque dos criminosos ocorreu no meio da tarde de ontem, quando três assaltantes foram até o Shopping Via Sul, localizado na Avenida Washington Soares, no bairro Água Fria, e ali sacaram suas armas – revólveres e pistolas – e renderam os funcionários e clientes sem que a segurança percebesse a ação delituosa.

Em seguida, recolheram dali tudo o que conseguiram encontrar. Relógios masculinos e femininos, óculos esportivos, cordões, anéis e outras peças foram roubados rapidamente.

Conforme apurou a Polícia, os assaltantes fugiram do local em um veículo com placas clonadas. Cerca de uma hora depois do ataque, o carro foi encontrado abandonado na Rua Eliseu Oriá, no bairro Sapiranga.  

Fuzis?

Informações dão conta de que, além dos três homens que invadiram a loja usando armas curtas (pistolas), dois comparsas deles permaneceram do lado de fora do shopping e teriam sido vistos no carro de fuga utilizando armas longas, não se sabe se escopetas ou mesmo fuzis ou metralhadoras.

Policiais militares fizeram um cerco durante todo o restante da tarde entre os bairros Sapiranga-Coité, Curió, Parque Água Fria e Lagoa Redonda, na Grande Messejana, mas não conseguiram localizar a quadrilha.

O caso está sendo apurado pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF).  Os inspetores daquela Especializada já estão de posse das gravações feitas pelas câmeras de segurança da loja e do próprio shopping. 

Por FERNANDO RIBEIRO