SETE DIAS DA SEMANA SEM MEDO DA NOTÍCIA!

17/11/2016 07:26Hs

LATROCÍNIO DESVENDADO

Operação das polícias Civil e Militar prende um dos envolvidos na morte de delegado durante assalto na Maraponga

O suspeito foi preso na Zona Oeste de Fortaleza e reconhecido através das filmagens da cena do crime. Outros bandidos são ainda procurados

Operação das polícias Civil e Militar prende um dos envolvidos na morte de delegado durante assalto na Maraponga

Danilo Andrade de Sousa tem 19 anos e uma extensa ficha criminal

Numa operação conjunta das polícias Civil e Militar foi preso na noite de ontem um dos suspeitos de envolvimento na morte do delegado de Polícia Civil, Audízio Ferreira Santiago, 57. O crime ocorreu na manhã da última terça-feira (15), durante um assalto no bairro Maraponga. O suspeito foi capturado após a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) divulgar as imagens da cena do crime, gravadas por câmeras de um condomínio na rua onde ocorreu o latrocínio (roubo seguido de morte).

O suspeito do crime foi identificado como Danilo Andrade de Sousa, 19 anos, dono de uma extensa ficha de crimes, que inclui diversos casos de assaltos (roubos). Ele foi detido na casa de familiares, na Barra do Ceará (zona Oeste de Fortaleza), numa operação da DHPP com o apoio do Delegacia de Combate às Ações do Crime Organizado (Draco) e de patrulhas do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) da PM.

Outros dois envolvidos no crime continuam sendo procurados pela equipe da DHPP, sob o comando da delegada Socorro Portela. Nas investigações iniciadas ainda no local de crime, foi possível a identificação de outro suspeito, que seria Paulo Roberto de Vasconcelos Maia.

Nas buscas aos criminosos, os agentes chegaram a Danilo e encontraram na casa onde ele estava escondido as roupas que usava no dia do crime, uma bermuda jeans e uma camisa azul. O material, que servirá como meio de prova dentro do inquérito policial, foi levado para a DHPP e encaminhado á Perícia Forense do Ceará (Pefoce).

Nesta quinta-feira (17), a Polícia Civil deverá convocar uma coletiva de Imprensa na sede da DHPP para revelar mais informações acerca das investigações.

O crime

O delegado Audízio Santiago, que era destacado na Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), nesta Capital,  retornava à pé para casa depois de ir a uma igreja próxima de sua residência, no bairro Maraponga, na zona Sul da Capital cearense. Ele estava na companhia do filho mais velho e da namorada deste. Os três foram atacados por bandidos em uma motocicleta. Nas imagens é possível ver que o delegado reage à abordagem dos ladrões e acaba sendo atingido por um tiro no rosto, tendo morte imediata. 

Por FERNANDO RIBEIRO

Veja o momento da prisão do bandido: