Você sabe por que o porco virou cofre?

query_builder

Antigamente, mais precisamente no século 16, segundo a revista Superinteressante, os utensílios domésticos dos europeus que estavam numa pior. Eles não eram de metal, que era caro, mas de uma argila barata chamada pygg clay. Virou hábito guardar dinheiro em vasinhos que ficaram conhecidos como pygg banks.

Por isso o porquinho, que a gente coloca as moedinhas que sobras, em muitos casos continuam sendo feitos cerâmica.

“Dois séculos depois, o nome já virara piggy bank, segundo o livro Money, de Harry e Sandra Choron (inédito em português). Daí, foi um pulo para que ceramistas fizessem cofres no formato de porquinho, que, em inglês, é piggy. Pegou?”, informa a publicação.

Com informações da Superinteressante