Geddel chorou diante de juiz ao saber que vai ficar preso

query_builder

O ex-ministro de Temer, Geddel Vieira Lima, chorou diante do juiz Vallisney de Souza ao saber que vai ficar preso por tempo indeterminado.

Geddel falou por 1h23min em depoimento ao titular da 10ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal na esperança de ser beneficiado com medidas alternativas à prisão, como uso de tornozeleira eletrônica ou prisão domiciliar. O pedido foi negado.

Geddel está preso desde a segunda-feira (3), acusado de obstrução da Justiça por atuar contra o acerto de delação premiada do deputado cassado Eduardo Cunha e do operador do PMDB Lúcio Funaro.