Sete dias da semana sem medo da notícia

Lula confirma que se entregará à PF: “a morte de um combatente não para a revolução”
Ex-presidente, condenado a mais de doze anos de prisão, encerrou seu último discurso reforçando ser uma vítima da Justiça e acusando envolvidos no processo de terem cometido crime ao condená-lo.
07/04 13:01

O ex-presidente Lula (PT) acaba de confirmar, durante seu discurso na frente da sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, que se apresentará à Polícia Federal na tarde deste sábado (7).

Em seu discurso, após cumprimentar diversas lideranças políticas que estavam presentes no palanque, incluindo os presidenciáveis Guilherme Boulos e Manuela D’Ávila, acusou que o juiz federal Sérgio Moro e as demais entidades envolvidas em sua condenação de terem cometido crime.

Lula encerrou seu discurso voltando a reforçar a ideia de que é uma vítima da Justiça e pediu que os militantes seguissem em atividade por todo o País.

“Todos vocês daqui pra frente vão virar lula e vão andar por esse país fazendo o que tem que fazer. e é todo dia. eles têm que saber que a morte de um combatente não para a revolução”



*Publicidade

Publicidade


Leia Também

Links Patrocinados