Sete dias da semana sem medo da notícia

Investigados na Expresso 150 continuam recebendo R$ 173 mil do TJCE
Esse é o montante somado dos salários dos magistrados Carlos Rodrigues Feitosa, Paulo Camelo Timbó, Sérgia Maria Mendonça Miranda, Francisco Pedrosa Teixeira e Váldsen da Silva Alves Pereira



query_builder

Mesmo investigados por venda de sentenças no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) para bandidos, cinco magistrados afastados das funções continuam recebendo seus gordos salários: Carlos Rodrigues Feitosa, Paulo Camelo Timbó, Sérgia Maria Mendonça Miranda, Francisco Pedrosa Teixeira e Váldsen da Silva Alves Pereira. Juntos, eles custam ao estado R$ 173 mil.

Segundo matéria do Diário do Nordeste desta quinta-feira (5), a informação do montante que cada um recebe é disponibilizada pelo Nacional de Justiça (CNJ).

Confira os valores

Sérgia Miranda: R$ 38 mil
Carlos Feitosa: R$ 43 mil
Francisco Pedrosa: R$ 30.471 mil
Váldsen da Silva: R$ 30.471 mil
Paulo Timbó: R$ 30.471 mil

Em tempo

Francisco Pedrosa, Paulo Timbó e Váldsen da Silva se aposentaram. Sérgia Miranda e Carlos Feitosa seguem afastados das funções por determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Em tempo II

A Expresso 150 investiga a concessão de habeas corpus em caráter liminar que beneficiavam criminosos, como um traficante apontado como fundador da facção local Guardiões do Estado (GDE).

A soma do montante pago aos servidores consta dos números disponibilizados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O levantamento mostra que devido aos direitos pessoais e eventuais, há valores diversos dos rendimentos brutos.

Com informações do Diário do Nordeste