Sete dias da semana sem medo da notícia

Erramos: líder da GDE, “Bola”, morre em confronto com a polícia, em Banabuiú
Em respeito aos leitores, o Ceará News 7 vem esclarecer a morte de "Bola", um dos fundadores da facção


query_builder

Pedro Felipe Pinheiro, o “Bola”, um dos fundadores e líderes da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE), foi morto, na semana passada, em troca de tiros com a Polícia Militar, no município de Banabuiú, onde estava refugiado após participar de uma matança no bairro Lagamar, em Fortaleza, onde atuava como líder do tráfico.

A morte de “Bola” gerou boatos sobre uma chacina que seria praticada pela GDE durante o Carnaval, no Sertão Central do Ceará. A ameaça fez a Polícia realizar uma megaoperação, começando por Quixadá, onde foram presos três comparsas do criminoso: dois adultos e um adolescente.

Erramos

Na quinta-feira (8), o Ceará News 7 noticiou a morte de “Bola” erroneamente, como se tivesse ocorrido ontem mesmo. Com a grande ramificação da facção GDE pelo Estado e sua complexa rede de lideranças, as informações nos chegaram desencontradas, resultando no erro mencionado.

O Ceará News 7 reforça o compromisso com a verdade e com a checagem dos fatos. Seguimos visando a fornecer aos nossos leitores um jornalismo sério e compromissado com a informação, sem medo da notícia.

Confronto e morte

“Bola” era foragido da Justiça e, depois de uma matança no bairro Lagamar, onde atuava como chefe do tráfico, fugiu para o Sertão Central e foi se estabelecer em Banabuiú, onde formou uma nova quadrilha para a prática de assaltos e roubos de motocicletas.

Na última sexta-feira (2), a Polícia recebeu denúncia do local onde a quadrilha estava escondida e montou um cerco. Porém, os policiais foram recebidos a tiros e revidaram, resultando na morte do bandido que era foragido da Justiça e apontado como de altíssima periculosidade.