Sete dias da semana sem medo da notícia

Dez mulheres mortas no fim de semana no Ceará, com aumento de 296% comparado a 2017
A sequência de assassinatos de jovens tem elevado de forma brutal as estatísticas dos homicídios contra mulheres no Ceará. Somente entre os dias 1º de janeiro e 4 de março, foram 111 vítimas
A Perícia Forense estesve em várias cenas de crimes com mulheres mortas
Por: Fernando Ribeiro
05/03 11:32

Com 10 assassinatos no fim de semana, subiu para 111 o número de mulheres mortas neste ano no Ceará. O índice representa  um aumento da ordem de 296% se comparado à igual período de 2017, quando foram registrados apenas 26 casos entre os dias 1º de janeiro e 4 de março.

Somente nos primeiros quatro dias de março de 2018, 13 mulheres foram vítimas de homicídio no Estado, sendo cinco delas em Fortaleza (nos bairros Vicente Pinzón, Jacarecanga, Edson Queiroz, Mondubim e Granja Portugal), quatro na Região Metropolitana de Fortaleza/RMF (dois em Maranguape, Pacajus e Caucaia) e três no Interior (dois em Sobral e um em Ipaporanga).

Uma das vítimas dos assassinatos foi uma jovem identificada até o momento apenas por Danielle,  aproximadamente 20 anos de idade, cujo corpo, com marcas de tiros, foi encontrado na manhã de sábado (3) numa estrada de terra no bairro Pedra Branca, na periferia da cidade de Pacajus (a 49 km de Fortaleza).

Na noite de sexta-feira (2), uma mulher foi espancada até a morte pelo marido. O feminicídio aconteceu no bairro Terrenos Novos, na cidade de Sobral, na Zona Norte. A dona de casa Maria Deusalina da Silva Brito chegou a ser socorrida a um hospital público, mas não resistiu.

Menos de 24 horas depois, novamente em Sobral, ocorreu um assassinato de  mulher. Desta vez, no bairro Sinhá Sabóia, onde a jovem Edivânia Florêncio da Silva, 20 anos, foi atingida com um tiro na cabeça e morreu quando era socorrida  para um hospital daquela cidade.

Em Ipaporanga (a 375Km de Fortaleza), a dona de casa Francisca da Silva dos Santos, 35 anos, foi assassinada a tiros dentro de sua casa, na localidade conhecida como Sítio Água Branca, na zona rural. O crime ocorreu na noite de sexta-feira e, no dia seguinte, o pai dela, o aposentado Francisco Gonçalves Xavier, o “Chico do Rádio”, também foi encontrado morto com um golpe de faca no pescoço. A Polícia suspeita que os dois assassinatos foram praticado pelo ex-marido de Francisca, identificado por Oswaldo Chaves, que horas depois também foi encontrado morto, provavelmente tenha praticado o suicídio.

Mais crimes

Na tarde deste domingo, uma jovem identificada apenas por Brenda foi assassinada, a tiros, no Distrito do Amanari, em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza.

No bairro Padre Júlio Maria, em Caucaia, uma dona de casa identificada como Maria José, ou “Dona Mazé”, foi assassinada com um tiro na cabeça quando se encontrava sentada numa cadeira de balanço na calçada de sua residência.

Ainda nesse domingo, a Polícia registrou mais dois assassinatos de mulheres em Fortaleza, nos bairros Granja Portugal e Jacarecanga.



*Publicidade

Publicidade


Leia Também

Links Patrocinados