Sete dias da semana sem medo da notícia

Ciro joga sujo com Lula e comemora estratégia de Palocci contra o ex-presidente

O FG já foi ministro de Luiz Inácio e cansou de defendê-lo; agora, quer vê-lo na lona para ter chance ao Planalto em 2018





Ciro Gomes e Lula
query_builder

Pré-candidato do PDT ao Planalto, Ciro Gomes é mestre em fazer jogo duplo. A mais nova foi chutar o combalido Lula. Ele disse, segundo o Valor, que o depoimento de Antonio Palocci “fere o centro da narrativa de Lula e do PT, de que há um inimigo externo ao PT promovendo, via judicial, uma perseguição injusta contra o presidente”.

O golpe de misericórdia de Ciro contra Lula nem parece coisa de quem já tanto o defendeu: “Na medida em que um braço direito de Lula faz isso, fica difícil sustentar a narrativa”.

A estratégia do Ferreira Gomes é ver Luiz Inácio na lona para ter chance à Presidência da República em 2018. A esquerda, da qual Ciro diz fazer parte como “socialista democrático em permanente revisão”, só considera alguém amigo enquanto ele estiver no poder.

Entenda

O ex-ministro dos governos Lula e Dilma, Antonio Palocci, prestou depoimento ao ministro Sergio Moro e, entre as declarações, disse que Luiz Inácio tinha um “pacto de sangue” com Emílio Odebrecht, que envolvia a disponibilidade de R$ 300 milhões para ações políticas, a aquisição do terreno do Instituto Lula e a reforma do sítio de Atibaia.