Sete dias da semana sem medo da notícia

Ciro Gomes rompe com Cid e anuncia que não vota em Eunício para o Senado
Irmão do presidenciável já declarou abertamente apoio à reeleição do medebista
Cid e Ciro
10/08 10:50

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) lança no Ceará sua candidatura ao Planalto no próximo dia 18. E não vai ter no palanque as presenças do irmão Cid Gomes (PDT) e do governador Camilo Santana (PT). Isso porque Ciro não admite que seu grupo apoie o senador Eunício Oliveira (MDB) à reeleição. Tanto Cid quanto Camilo já declararam abertamente voto ao medebista.

Essa bomba do rompimento político — é amigável, é jogo de cena? — foi destaque hoje no jornal O Globo.

Em tempo

Ciro e Cid Gomes responsabilizam o aliado e prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, pelo acordo de Camilo com Eunício. O clima deles também está tenso.

Em tempo II

A oligarquia Ferreira Gomes vive momentos de contestação e até os irmãos dizem que estão rompidos para tentarem escapar. Sabem que Camilo está com ressentido com o tratamento que sempre recebeu de Ciro — e agora resolveu dar o troco.

Em tempo III

Assim, hoje, Camilo vota em Eunício, e Cid trate de adulá-lo, sob pena de sofrer retaliações políticas como já sentem na pele seus afilhados: Antônio Balhman, Tin Gomes e Leônidas Cristino.



*Publicidade

Publicidade


Leia Também

Links Patrocinados