Sete dias da semana sem medo da notícia

Ciro Gomes baixa o nível e fala palavrões em palestra para plateia na Suécia
Presidenciável, com a sutileza que lhe é peculiar, soltou para os gringos: "filho da puta" e "puta que pariu"

Ciro Gomes
16/05 10:37

O pré-candidato do PDT ao Planalto, Ciro Gomes, deu uma palestra na Câmara de Comércio Brasil-Suécia, ontem (15), em Estocolmo. Sem o menor constrangimento, ele misturou inglês com português e soltou uns bons palavrões, com toda sutileza que lhe é peculiar. Os gringos não acreditavam que aquele era um homem com intenção de assumir a Presidência da República.

Confia a retórica do Cirão da massa

Em tempo

“If you call me thief, filho da puta, golpista, it’s crazy for me” (1), afirmou Ciro, diante de uma plateia formada por brasileiros e estrangeiros. A falar do indulto a Lula, de novo emenda as duas línguas e conclui: “I could imagine that Lula could send me to puta que pariu, from jail” (2).

Confira a tradução

(1) “Se você me chamar de ladrão, filho da puta, golpista, é louco para mim”.

(2) “Eu poderia imaginar que o Lula poderia me mandar para a puta que pariu, da cadeia”.

Em tempo II

Em Estocolmo, Ciro descartou ideia aventada pelo PT de que candidatos da centro-esquerda se comprometessem a conceder indulto a Lula caso eleitos.

Segundo a BBC Brasil, Ciro disse que isso seria “uma loucura“, uma vez que indulto é para condenados sem mais nenhuma chance de recurso. “Portanto, se eu disser que daria indulto a Lula caso for eleito, Lula poderia me mandar para a p.q.p.. Ou seja, ele teria uma reação adversa, e diria, ‘Porque vai me indultar? Sou inocente’.”

Com informações do BR18



*Publicidade

Publicidade


Leia Também

Links Patrocinados