Sete dias da semana sem medo da notícia

Ciro fará atos por voto em Haddad como o “menos pior”, afirma Cid Gomes
Bolsonaro é o terrível e o Haddad é o menos pior para o país", disse o senador eleito
Ciro Gomes
09/10 17:39

O presidenciável Fernando Haddad (PT) não terá a participação de Ciro Gomes (PDT) em sua campanha no segundo turno tão ampla como gostaria. Em conversas com interlocutores, Ciro deixa claro que fará atos defendendo o petista como opção “menos pior” frente ao adversário Jair Bolsonaro (PSL), mas não passará disso.

O pedetista defende que não pode se omitir neste momento e dará suas opiniões, mas não se envolverá na campanha de Haddad ou participará das decisões. “Temos que demarcar uma posição muito clara de que Bolsonaro e Haddad são muito ruins para o Brasil. Mas o Bolsonaro é o terrível e o Haddad é o menos pior para o país”, disse Cid Gomes, irmão do pedetista. Ciro obteve 13,3 milhões de votos no primeiro turno.

Em tempo

Na quarta-feira (10), a cúpula do PDT e as bancadas eleitas participarão de uma reunião, em Brasília, para decidir sobre o “apoio crítico” da sigla a Haddad.



*Publicidade

Publicidade


Leia Também

Links Patrocinados