Sete dias da semana sem medo da notícia

Camilo joga na cara de Ciro e Cid que decidiu apoiar Eunício após aval dos FGs
Reunião na residência oficial do governador aconteceu no domingo. Depois de explicar como o acordo com o medebista foi selado, o petista se levantou e deixou os irmãos falando sozinhos
Camilo Santana
09/08 11:12

O governador Camilo Santana (PDT) não teve medo de contrariar os Ferreira Gomes e anunciar que continua apoiando a candidatura de Eunício Oliveira ao Senado. Como o Ceará News 7 noticiou, no domingo, depois da convenção, Cid, Ciro e o petista se reuniram na residência oficial. Os irmãos queriam que Camilo deixasse de lado a promessa com o medebista, mas não conseguiram. Os dois ficaram falando sozinhos.

Logo no início do encontro, Ciro gritou e esbravejou, dizendo que não queria saber de Camilo apoiando Eunício, que o negócio era colocar mais um senador do PDT. Depois do chilique, o petista pediu a palavra e explicou que só selou o acordo depois do aval dos FGs.

O presidenciável ainda quis esticar a conversa, mas o governador se levantou, justificando-se que tinha problemas mais sérios para resolver e que esse assunto só desgastava sua imagem e da chapa oficial.

Em tempo

Ciro ficou dando um showzinho particular para Cid, que nada podia fazer, a não ser escutar e balançar a cabeça, em mais uma egotrip do irmão.

Em tempo II

Saiba como foi a trajetória para Camilo apoiar Eunício:

1) O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, chegou para Camilo e disse que seria uma boa escolha para o Ceará apoiar Eunício.

2) Depois de relutar, Camilo concordou.

3) Camilo foi conversar com Cid e falar sobre a situação.

4) Depois de relutar, Cid deu o aval.

5) Camilo pediu para Cid informar Ciro sobre a decisão.

6) Depois de relutar, Ciro aceitou.

7) Camilo fechou com Eunício.

8) Ciro e Cid quiseram descumprir o acordo.

9) Camilo enfrentou os irmãos e manteve apoio a Eunício.

10) Nasceu um novo líder.

 



*Publicidade

Publicidade


Leia Também

Links Patrocinados