Sete dias da semana sem medo da notícia

Bolsonaro teria que cortar 800 mil famílias do Bolsa Família para bancar 13º
Candidato afirmou que dinheiro viria de "combate a fraudes"
11/10 16:06

A proposta de Jair Bolsonaro (PSL) de dar décimo terceiro para os beneficiários do Bolsa Família não fecha no orçamento do programa. Segundo o candidato, o dinheiro para bancar o benefício viria “combatendo as fraudes”, ou seja, cortando famílias que recebem e não deveria.

A maior auditoria já feita no Bolsa Família, feita pelo governo Michel Temer (MDB), cortou 345 mil famílias do programa, totalizando uma economia de R$ 1 bilhão.

O custo do Bolsa Família em 2018 foi R$ 28,7 bilhões, portanto R$ 2,39 bilhões por mês. Ou seja, o candidato teria que tirar 800 mil famílias, além das já cortadas por Temer, para bancar mais um mês do benefício, assim como descobrir novos métodos de identificar novos beneficiários irregulares.



*Publicidade

Publicidade


Leia Também

Links Patrocinados