Sete dias da semana sem medo da notícia

Bandidos incendeiam ônibus do transporte escolar e espalham clima de terror em Icó
O atentado ocorreu na madrugada de hoje e agravou o clima naquela cidade. Desde a semana passada, supostos integrantes da facção Comando Vermelho aterrorizam a população e espalharam ameaças através de panfletos

Quatro veículos do transporte escolar foram destruído em um incêndio no pátio do SAAE

query_builder

Três ônibus e um microônibus do transporte escolar público da cidade de Icó (a 375Km de Fortaleza) foram incendiados, na madrugada desta quinta-feira (21), no pátio da Companhia de Serviço de Água e Esgoto (SAAE) onde estavam estacionados. O atentado deu sequência a uma onda de terror que vem abalando a população daquele Município. Bandidos que se dizem integrantes de uma facção criminosa vêm ameaçando comerciantes e autoridades locais para impor o domínio na venda de drogas na região.

A Polícia Militar foi acionada durante a madrugada quando os quatro veículos ardiam em chamas na garagem do SAAE. Diligências foram realizadas nas horas seguintes com o apoio de unidades policiais de Municípios vizinhos. Contudo, até agora, nenhum suspeito foi detido.

Desde a semana passada os supostos membros da facção criminosa Comando Vermelho (CV) espalham uma onda de terror em Icó. Muros de residências e de estabelecimentos comerciais estão sendo pichados com a sigla do grupo e nas últimas 24 horas foram colados panfletos em postes da rede de iluminação pública. Os bandidos avisam que a população deve se manter em silêncio sobre a atuação dos traficantes e avisam que, “quem cabuetar, vai morrer”.

Pelo menos quatro comerciantes tiveram seus pontos comerciais atingidos por tiros disparados  sempre durante a madrugada.  Segundo os bandidos, avisam estão sendo dados à população. O clima de terror ficou evidenciado na manhã desta quinta-feira quando dezenas de alunos deixaram de ir às escolas por falta de transporte devido à destruição dos veículos que faziam o transporte escolar.

Ainda na manhã desta quinta-feira, uma equipe da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) deverá  realizar levantamento técnico no local onde os coletivos foram incendiados.