Sete dias da semana sem medo da notícia

Após defender Ciro junto ao empresariado, Steinbruch é descartado pelo FG como vice
Cotado como vice na chapa do PDT, Presidente da CSN empenha-se para tentar melhorar a imagem do pedetista junto ao setor, mas acabou sendo chutado
Ciro Gomes e Benjamin Steinbruch
13/06 16:22

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) segue em sua incansável luta para morrer pela boca, na corrida pela presidência da República. Agora, após o ataque gratuito que pode ter lhe custado o apoio do DEM, o pedetista decidiu dispensar o presidente da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Benjamin Steinbruch, recém-filiado ao PP e cotado como vice na chapa do PDT.

“Do mercado financeiro, em nenhuma hipótese”, afirmou Ciro sobre a definição de seu vice. A declaração atinge em cheio seu ex-chefe e amigo Steinbruch, que costuma defender o pedetista em encontros com o empresariado, afirmando que Ciro “nem é de esquerda” e que não deve ser considerado um risco ao setor, caso seja eleito.

Segundo o pedetista, o vice de sua chapa só será definido no final de julho. Steinbruch é um nome fundamental para Ciro, caso queira contar com o apoio do PP à sua candidatura.

Em tempo

O ex-presidente Lula (PT) já deixou bem claro entre os petistas o motivo pelo qual não apoiará o candidato do PDT: Ciro não é de confiança.



*Publicidade

Publicidade


Leia Também

Links Patrocinados