Sete dias da semana sem medo da notícia

Advogado do prefeito de Uruburetama tenta defender cliente e complica mais situação
Segundo Kaio Castro, Dr. Hilson "jamais gravou qualquer tipo de intimidade com as pessoas as quais se relacionou"
Prefeito de Uruburetama, Dr. Hilson
09/03 19:08

O advogado Kaio Castro foi contratado pelo prefeito de Uruburetama, Dr. Hilson (PCdoB), para defendê-lo. O médico ginecologista é acusado de praticar sexo com pacientes em consultórios públicos e privados no município, além de registrar as aventuras sexuais no celular.

Em um texto que mandou ao Ceará News 7, Kaio diz que seu cliente “jamais gravou qualquer tipo de intimidade com as pessoas as quais se relacionou”. Bem, não foi isso que os leitores do portal puderam conferir aqui. A afirmação ainda mostra que o prefeito não era um homem que respeitava a instituição do casamento.

O advogado garante que a nota enviada ao Ceará News 7 “representa nada mais nada menos que o respeito aos postulados da Constituição Federal, da democracia e, porque não dizer, para solidificar o respeito que o gestor desta edilidade município nutre para com sua população“. Por fotos e vídeos que a reportagem teve acesso, dá-se para notar que o prefeito estava mesmo “clinicando” com gosto a população feminina de Uruburetama.

Em tempo

Kaio ainda tem a delicadeza de dizer, no longo texto enviado, que “hoje nós estamos aqui para esclarecer o ocorrido e dizer que iremos sim pra ‘briga'”.

Confira a nota na íntegra do advogado de Dr. Hilson

Inicialmente gostaria de agradecer a oportunidade de apresentar esclarecimentos acerca de uma absurda situação que claramente denegridora da honra do cidadão, digno e honrado, Sr. Prefeito deste querido Município de Uruburetama.

O momento desta nota representa nada mais nada menos que o respeito aos postulados da Constituição Federal, da democracia e, porque não dizer, para solidificar o respeito que o gestor desta edilidade município nutre para com sua população.

Estamos aqui, para fazer valer o contraditório, a ampla defesa, o direito de resposta e dizer que os responsáveis pelas covardes ofensas de violação da vida privada, da dignidade, da imagem e da honra do Sr. Prefeito serão devidamente punidos, pois ninguém se sobrepõe ao jugo da lei, principalmente aqueles que agem às sobras do anonimato, amparados na mais absoluta má-fé, motivados pelo anseio egoísta do poder e do dinheiro, sem um mínimo de escrúpulos.

Sabemos que o objetivo desta acusação é apenas uma urdidura covarde para forçar o Sr. Prefeito à realização de um ato que colocaria aves de rapina à frente da condução deste município. O que se pretende com essas atitudes grotescas não é a defesa dos direitos da sociedade, a melhoria de pilares de educação ou mesmo da saúde, mas sim a renúncia do Sr. Prefeito e a assunção de opositores às finanças do município de Uruburetama.

Se assim não o fosse, o que iriamos nos reportar mais adiante seria o aclaramento de fatos relacionados à gestão do município e não a vida privada do Sr. Prefeito; porém a condução das atividades locais andam perfeitas, e como não era possível atingi-las buscou-se uma “manobra” que pudesse alcançar o Sr. Prefeito e afastá-lo do exercício de sua função, por via transversa, que exerce com tanto zelo e fidelidade, que é a chefia da administração daquele município de Uruburetama.

Esse fato viera à tona na manhã 09/03/2018 e nele se propagou a opinião dos fatos apresentados pelos “olhos” de quem acusa. Hoje nós estamos aqui para esclarecer o ocorrido e dizer que iremos sim pra “briga”, pra punir os culpados pela gritante ofensa causada ao Sr. Prefeito, a Sra. sua esposa, a seus filhos, a seus parentes, a seus amigos, “as supostas pacientes” e a população deste município.

A bem da verdade, na manhã do dia 08/03/2018, portanto, um dia antes das informações serem divulgadas, o Sr. Prefeito encontrava-se, junto com sua esposa, em Fortaleza, quando foram surpreendidos pela presença de uma pessoa que se identificou como sendo Leonardo Bezerra e de forma bastante truculenta, arrogante e destemida chantageou o Sr. Prefeito com a amostragem de fotos e vídeos íntimos deste com algumas supostas pacientes.

Na ocasião, Leonardo Bezerra deixou claro que a intenção não era causar prejuízo ao Sr. Prefeito, mas sim, queria “apenas” que o mesmo assinasse uma carta-renúncia da prefeitura do município de Uruburetama, sob pena de divulgar referidas imagens e denegrir a honra do Sr. Prefeito.

Nota-se aqui que a própria oposição, malfeitores destas informações, se rebelam contra o Sr. Prefeito apenas com interesse no poder, forjando provas ilícitas pelo “amor ao dinheiro”, que estão insatisfeitos por não terem sido escolhidos pelo povo como legítimo Prefeito.

O Sr. Prefeito, eleito democraticamente com os vantajosos 76,47% dos votos, também é médico, possui 69 anos de idade, 42 anos no exercício da função de medicina; sempre desempenhou com pudor e lisura suas funções, jamais tendo, em toda a sua vida pregressa, respondido a qualquer processo de natureza criminal ou sofrido sanções administrativas perante os Conselhos Federal e Regional de Medicina e não irá aceitar que uma acusação leviana, falsa, mentirosa e pífia possa ofender sua imagem perante seus familiares e a população local, pessoas que sempre admirou e respeitou.

Jamais gravou qualquer tipo de intimidade com as pessoas as quais se relacionou.

Sobre as supostas pacientes, o Sr. Prefeito lamenta profundamente que alguém tenha tido a maldade e capacidade inescrupulosa de adentrar clandestinamente em seu consultório particular e instalado ou deixado algum aparelho que captasse imagens e fizesse gravações tão íntimas e as expusessem sem a consciência do colossal dano que aquilo iria causar. Diga-se de passagem, assim como as supostas pacientes, o Sr. Prefeito também é vítima dessas gravações, do mesmo azar; teve sua privacidade, intimidade e honra invadidas e divulgadas, mas alcançará os causadores dessa desastrosa e imperdoável ganância desenfreada pelo poder, por predadores carniceiros que foram capazes de denegrir a honra de diversas famílias para se autopromoverem, sem ter respeito ao que foi decido democraticamente nas urnas, com a vontade absolutamente majoritária dos eleitores.

Como vítima que está sendo, já prestou boletim de ocorrência comunicando o fato à autoridade policial e solicitará a abertura de inquérito policial para que seja apurada a origem dessas gravações clandestinas e ilícitas. O Sr. Prefeito foi vítima na manhã do dia 08/03/2018, de um rosário de crimes, a saber: extorsão, invasão de domicilio e constrangimento ilegal, tudo devidamente registrado no 13º Distrito Policial, sendo disponibilizado à Polícia uma gravação ambiente e fotos do desprezível ato criminoso. Também serão apuradas a ocorrência de ilícitos digitais que possam ter sido praticados ou que venham a ser cometidos por terceiros que vierem a ter acesso a essas imagens e as divulgarem, além de outros que possam surgir com o avançar das investigações.

A defesa acompanhará as investigações e espera que os verdadeiros responsáveis por estas gravações e divulgações sejam devidamente punidos bem como está à disposição para maiores esclarecimentos sempre que se fizer necessário, tudo no intuito de minimizar as ofensas causadas em desfavor do Sr. Prefeito, de seus familiares e das supostas pacientes.

Kaio Castro – Advogado do Prefeito de Uruburetama.



*Publicidade

Publicidade


Leia Também

Links Patrocinados